Imagem capa - Preferes uma boa foto, impactante, ou uma fotografia bonita? por Edgar Raphael
DidáticoDicas para FotógrafosBehind the Scenes

Preferes uma boa foto, impactante, ou uma fotografia bonita?

Gostas de tirar fotografias? És um leitor compulsivo de obras sobre os melhores autores da fotografia? Então já deves ter ouvido aquela questão desconcertante: Preferes uma boa foto ou uma foto bonita?  Acredita, é a típica pergunta de muitos, mas não te desconcentres. Na verdade, uma boa foto conta uma história, enquanto uma foto bonita é apenas isso. Ou será que pode ser mais? 


Na minha ótica, e pela minha experiência, ambas são válidas, porque nem sempre os artistas fotográficos querem contar uma história com as suas imagens, por vezes, querem apenas isto: captar uma bonita fotografia.

E pensa, por vezes são precisas fotos bonitas. É o caso de muitos cantores, por exemplo, que precisam apenas daquela foto bonita. E essa pode ser a imagem certa para a capa do seu álbum. 

Pelo meu estúdio já passaram muitos artistas que procuravam apenas isso. Podia dar-te inúmeros exemplos, mas desta vez partilho o caso de Bárbara Bandeira. A cantora foi ao meu estúdio com esse propósito: tirar boas (e bonitas) fotos para a capa do seu álbum ‘Cartas’.

Se tiveres curiosidade, assiste a este making of e inspira-te.


 


A imagem impactante


De volta ao tema: É curioso que, se entrarmos numa galeria para ver uma exposição de fotografia – desde que não seja o World Press Photo -, e estivermos atentos às conversas dos visitantes, veremos que a maioria apenas se interessa pela paleta de cores.

É tão legítimo procurarmos belas imagens numa mostra, como imagens impressionantes que contem uma história ou que sejam uma representação artística.

Alguns autores defendem que as cores são o “açúcar da fotografia”. O que faz todo o sentido se pensarmos na teoria das cores. (Não é por acaso que o estudo das cores é essencial para as marcas.)

E este doce é uma coisa boa, aconchegante, suave, agradável. Fácil de entender. Mas depois queremos mais.

Podemos continuar a conceptualizar sobre uma boa fotografia ou uma fotografia boa, mas a verdade é que para alguns autores de referência da área, uma boa foto não pode ser apenas uma ‘coisa’ boa.

Uma ‘coisa’ realmente boa, entenda-se uma boa fotografia, tem de ter mais substância, tem de ser impactante, tem de nos arrebatar.


Elementos de tensão


O pintor e fotógrafo francês Cartier-Bresson, considerado o pai da fotografia moderna, não gostava da cor, dizia que não tinha "a força e a abstração" do preto e branco.

E, curiosamente, influenciou uma geração de fotógrafos que seguiram os ensinamentos do mestre, dando primazia à cor.

Também verdade é que, seja a cores ou a preto e branco, se uma fotografia nos prende a atenção por mais de 10 segundos é porque nos transmitiu uma mensagem.

Para uma imagem nos contar uma história tem de haver elementos de tensão, que estimulam a imaginação e a curiosidade de saber o que se passou.

Porque são as histórias que estimulam a imaginação.


Qual é a tua história?

Conta-a aqui nos comentários. É importante a tua partilha!